Potabilidade da água nos edifícios

Vamos relembrar: todos os edifícios possuem pelo menos
uma caixa d’água. Ela pode ser superior, no topo do prédio, ou inferior, no
subsolo.

É uma recomendação de manutenção predial a limpeza das
caixas de água a cada 6 meses.

Mas após
a limpeza, é necessário confirmar se a água que chega nos pontos de consumo (torneiras,
chuveiros, piscinas) está totalmente limpa e desinfetada.

Para isso é necessário solicitar a análise físico-química e biológica para comprovar a
potabilidade da água dos reservatórios e rede (tubulações que encaminham a água
até os pontos de consumo).

Esse relatório de potabilidade deve ser executado por
empresa especializada sempre que houver a limpeza da caixa d’água ou
reservatório. Este é um documento importante para arquivo do condomínio.

A água dos
reservatórios pode conter desde contaminantes particulados, metais pesados até
microrganismos patogênicos como o grupo dos coliformes fecais. Quando a limpeza
acontece nas caixas de água é para prevenir que esses contaminantes atinjam
níveis que afetará a saúde dos usuários, mas só é possível comprovar se os
testes forem realizados.

Então uma boa prática é: quando inspecionar um edifício solicite o relatório ou laudo de potabilidade da água dos reservatórios. Caso a administração não possua esta comprovação, instrua sobre sua necessidade e importância.

Quer saber mais? Baixe nosso ebook sobre Edifícios Eficientes!

Baixe aqui seu ebook gratuitamente!

Published by

realizarengenharia

A Realizar é uma empresa de engenharia condominial para prevenção de problemas e preservação dos imóveis. Manutenção predial acessível e confiável.

Deixe uma resposta